top of page

Papoula Rubra

IMG_3378.jpeg

Do que digo e do que não digo
nas notas indiscretas do meu silêncio
não faço por maldade ou capricho
É que a minha espontaneidade adoecida
tal fosse a paixão uma doença descontraída
repousa no lar da minha alegria abrigada
embaixo de uma felicidade sem teto

Andarilha

Do livro Mulheres Falando Só

Eu sou

Psicóloga não praticante.

Artista na literatura.

Escritora na arte.

Pesquisadora delirante.

Amadora de música e cinema.

“Mulheres falando só” é comovente e sensível sem perder o senso crítico. Tratando de temas complexos como o amor, a morte, a solidão, a coragem de ser quem é e a liberdade, esse pequeno livro de contos intercalado por poesias potentes nos apresenta mulheres de todas as idades que se deparam com o silêncio de uma sociedade que não é capaz de ouvi-las, [...]. Papoula Rubra consegue cativar a atenção com contos instigantes e poesias desafogantes. Seu olhar para o mundo é único e verdadeiramente literário. Aconselho às leitoras, leitores e leitorxs que leiam devagar, para que assim o silêncio das personagens não fique entalado em suas gargantas. (Flávia Januário - IBI Literário)

Para ler com calma:
inscreva seu e-mail!

CONTATO

  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
bottom of page